Hundred

O que é Muv-Luv? https://banzaianimes.com.br/muv-luv-o-que-e/

Muv-Luv O que é?

Já em 2005 âge, a autora de Muv-Luv tinha tentado fazer um anime de MuvLuv mas não obtiveram financiamento suficiente.

Em 2016 graças a uma campanha de Kickstarter ,da qual tive o orgulho de participar, ,com o objectivo de criar financiamento suficiente para um anime e port dos jogos para PC e consolas, objectivos que foram alcançados!
A semana passada lançaram um trailer a confirmar o anime!!!

Muv-Luv conta com uma prequela denominada de Schwarzesmarken e um spin-off Muv Luv Alternative Total Eclipse.

Muv-Luv é uma saga que considero uma das maiores. A sua dedicação à história sombria lembra-nos todos como é bom estar vivo. Muitos de nós consideramos as nossas vidas como empreendimentos um tanto sem graça e entediantes, Muv-Luv dá-nos um tapa na cara e diz: “Aproveita a vida enquanto pode”.
A primeira parte da saga (Muv-Luv Extra) foi intencionalmente feita quase doentiamente feliz e tocou todos os clichés de comédia romântica / dating sim.

O Muv-Luv Extra é peculiar, pois está situado em nosso mundo familiar e relativamente pacífico.

Extra segue a história de um estudante preguiçoso e despreocupado chamado Takeru Shirogane que vive em uma proximidade quase sempre desconfortável  de amizade com a amigo de infância, estereotipado chamado Sumika que obviamente tem sentimentos por ele.

As coisas mudam radicalmente quando Meiya, a inevitável herdeira de uma corporação multinacional todo-poderosa, aparece em sua vida com a intenção absurda de se tornar sua noiva.

Enquanto algumas pessoas acham que devem pular Extra e podes te sentir tentado a seguir esse conselho, definitivamente não o deves fazer.

O jogo começa da maneira mais cliché possível (intencionalmente, como existem muitos elementos que basicamente parodizam as histórias mais comuns dos harém), os relacionamentos que Takeru constrói durante o jogo são agradáveis ​​e emocionantes.

Existem  visual novels romãnticas sem dúvida melhores por aí, mas Muv-Luv Extra prepara o cenário para o que está por vir e para uma das reviravoltas mais chocantes da história dos jogos.

É aí que entra Muv-Luv Unlimited.

Quando Takeru (o personagem principal) aparece pela primeira vez em Muv-Luv Unlimited, a segunda parte, ele descobre que está atravessando uma realidade alternativa, onde a humanidade está à beira da extinção total. Uma espécie extraterrestre chamada “BETA” matou sistematicamente a maior parte da população da Terra. Takeru vê se em serviço nas forças armadas da ONU tentando parar o BETA. infelizmente todos os esforços falham e a humanidade é destruída.
 
Mesmo assim, Muv-Luv Unlimited ainda é quase doentio, apesar de seu cenário aterrorizante.
Muv-Luv Alternative, tereceira parte começa com Takeru num loop hole na timeline com Takeru retornando ao momento em que iniciou o Muv-Luv Unlimited. Com pleno conhecimento de como as coisas deram errado na realidade anterior, ele decide usar sua previsão para concluir a Alternativa IV (uma maneira de derrotar BETA (Beings of Extra Terrestrial origin which is Adversary of human race) e salvar a humanidade da destruição.
Os BETA são poderosos, aterrorizantes, grotescos, completamente não compreensivos com nossa situação e com muita, muita fome. Eles certamente não são o tipo de alienígena que costumamos ver na ficção científica moderna. Aliás, este inimigo cruel é dividido em várias espécies definidas como “classes” de várias formas e tamanhos. Cada classe tem um papel específico no campo de batalha, e o único elo fraco dessa máquina de guerra aparentemente perfeita é que elas não podem voar.
No entanto, eles também têm essa base coberta com a classe “Laser”, capaz de detectar inimigos voadores a quilómetros de distância e derrubá-los com precisão letal com raios de alta energia emitidos por seus olhos.
isoso negou a única vantagem da humanidade de uma só vez, relegando a aviação a um papel de apoio, com as aeronaves tornando-se rapidamente inutilizáveis ​​como arma na linha de frente.
Como resposta, a humanidade começou a desenvolver Tactical Surface Fighters, robôs humanóides operando no solo ou deslizando pela superfície, a fim de mitigar parcialmente os perigos da classe Laser BETA e sua superioridade numérica impressionante.
 
No entanto, o TSF não é um super-robô. São máquinas militares realistas com recursos limitados. Enquanto as novas armas deram à humanidade uma vantagem parcial, ela só conseguiu desacelerar o BETA. Na verdade, reverter a maré parece impossível neste mundo condenado.
 
Não há possibilidade de diálogo, opção de paz, chance de entendimento, kumbaya. Somos nós ou eles, e eles estão ganhando.
 
Destaque para a banda sonora, É incrível no geral, com músicas como Wings, Flame of Life, Storm Vanguard, War Preparation, Muv-Luv e o principal tema de abertura, é claro.
 À medida que ia lendo estava determinada de salvar o mundo e usar o meu conhecimento da Unlimited para fazer as coisas darem certo dessa vez. Takeru e eu éramos imparáveis. Eu cresci cada vez mais imerso no universo de Muv-Luv. Comecei a amar o universo por sua narrativa estreita, construção do mundo e continuidade. Descobri que quase certamente havia atravessado a fourth wall e estava no lugar de Takeru. Foi então que a ficha caiu….
Aparentemente, todas as pessoas do mundo original de Takeru também existe neste mundo, todas menos uma, SU mas elas são obviamente diferentes, pois viveram em uma versão da Terra em que a humanidade esteve trancada em guerra sem esperança por décadas contra um inimigo imparável e aterrorizante.
 
A única exceção é Sumika, que não pode ser encontrada em lugar algum por razões desconhecidas.
 
As consequências de minhas alterações na linha do tempo começaram a se acumular até que, eventualmente, o impensável aconteceu. Muv-Luv Alternative começou a me destruir sistematicamente, fornecendo uma série de socos no estômago que me apanharam de surpresa. Eu estava perplexa e confusa, convencida de que meu substituto na história, Takeru, havia perdido.
 
Mesmo quando as coisas começaram a melhorar, encontramos a Sumika…finalmente tudo está bem no universo…. pensei que as coisas pudessem dar certo, a história cruelmente, pregou-me de novo partidas .
 
Devemos apreciar o que temos enquanto é tempo.
Quando me percebi disso, pelo menos em parte, fiquei encantada com a história. Tive a decisão de ler até o final e esperar que Takeru conseguise consertar a realidade e voltar para sua casa. Quando finalmente terminei, sabia que acabara de experimentar uma contradição de proporções épicas. .A realidade cruel e implacável dos BETA é tão convincente quanto aterrorizante e a coragem crua de muitos personagens deste universo é inspiradora para todos.

A versão japonesa do jogo “Stellar Saga” recebeu um vídeo promocional nesta semana.

O jogo será um roguelike de mundo aberto com elementos de RPG, onde o jogador controla Guardiões estelares para lutar pela defesa da Terra.

Algumas das dubladoras são: Misuzu Togashi, Kana Asumi, Aoi Yuuki, Rie Tanaka e Mamiko Noto.

O jogo já tem um twitter.

Fonte: MocaNews

Originalmente previsto para Switch no Japão este mês
O site oficial de Mainichi♪ Emiya-sanchi no Kyō no Gohan (Todo Dia: O Cardápio do Dia para a Família Emiya), o jogo de Nintendo Switch baseado na rede de anime do mangá de mesmo nome, anunciou na quarta-feira que o lançamento do jogo teve sua data postergada devido à propagação da nova doença do coronavírus (COVID-19). O site anunciará a nova data de lançamento futuramente.
O jogo estava originalmente previsto para sair no Japão este mês.
O jogo irá exibir receitas originais do mangá e anime, assim como novas receitas e relacioná-las com a história. Sangatsu no Phantasia retorna da adaptação em anime do mangá para produzir a música “Tabete Ageru” do jogo.
O primeiro episódio da série de 13 episódios que lançou no Japão durante o “Projeto Oumisoka de TV Especial 2017 de Fate” em 31 de dezembro. A série, em seguida, começou sua transmissão na AbemaTV em janeiro de 2018, e cada episódio começou a ser transmitido no início de cada mês conseguinte. A Aniplex da América começou sua transmissão na Crunchyroll em janeiro de 2018, e a Funimation começou a transmissão da série no dia 26 de novembro.
A Aniplex da América descreve o anime da seguinte forma:
“Refeição satisfatória… de um ponto de vista familiar”.
Nesta história, Fate e comida se encontram em um mundo delicioso e brando.
Nada além de um cenário de refeição comum…
Deliciosas refeições são servidas na mesa de jantar do Emiya todo o dia, ininterruptamente do verão ao inverno.
— Vejamos… o que temos para o jantar hoje?
TAa providenciou os designs originais das personagens, assim como o trabalho original junto da Type-Moon. Makoto Tadano era a “supervisora da comida”, e Takahiro Miura e Tetsuto Satou dirigiu a série do anime. O estúdio ufotable animou a série e também lidou com a produção do roteiro. Toko Uchimura desenhou as personagens para a animação. Gou Shiina compôs a música.
DJ Misoshiru & MC Gohan (Ki/oon Music) fizeram a música tema de abertura “Apron Boy”, e o grupo Sangatsu no Phantasia (Sacra Music) compôs a música tema de encerramento “Collage”.
O mangá é lançado no site Young Ace Up da Kadokawa. A Kadokawa publicou o quinto volume compilado do mangá no dia 22 de fevereiro. A Denpa está lançando o mangá em inglês.

Fonte: Mainichi♪ Emiya-sanchi no Kyō no Gohan game’s websiteAnime! Anime! (CHiRO★)

A contagem regressiva do site terminou hoje (02/04/2020) e anunciou que o mangá Tokyo Mew Mew de Reiko Yoshida e Mia Ikumi está recebendo um novo anime intitulado Tokyo Mew Mew New.

“Tokyo Mew Mew New Seiyū Idol Auditions” começou a aceitar inscrições na quinta-feira para preencher o papel do protagonista Ichigo Momomiya. O processo de audição aberta ocorrerá na primavera e no verão através do aplicativo de audição mysta. As audições são abertas a mulheres jovens e estudantes do ensino fundamental. O candidato escolhido receberá um contrato exclusivo com a agência Swallow de Pony Canyon.

Yoshida e Ikumi serializaram seu mangá mágico original de Tokyo Mew Mew de 2000 a 2003 (com Kodansha creditado pelo conceito original da franquia), e a Tokyopop publicou todos os sete volumes em inglês. A Kodansha Comics lançou o mangá em três volumes omnibus com uma nova tradução em 2011.

O mangá inspirou uma série de anime de televisão de 52 episódios de 2002 a 2003, e a 4Kids Entertainment exibiu o anime com o título Mew Mew Power em 2005. Yoshida e Ikumi também serializaram um mangá sequencial intitulado Tokyo Mew Mew a la Mode de 2003 a 2004, e a Kodansha Comics publicou o mangá em inglês.

A franquia lançou uma nova série de mangás da Madoka Seizuki intitulada Tokyo Mew Mewère em 30 de novembro. O novo mangá de Tokyo Mew Mew foca nos personagens masculinos, em vez dos personagens femininos do mangá e anime anteriores.

Yoshida e Ikumi publicaram um novo mangá de dois capítulos, Tokyo Mew Mew 2020 Re-Turn, em dezembro e janeiro.

Fonte: Site do anime Tokyo Mew Mew New

Atualização: Ikumi postou um comentário ilustrado, notando que ficou surpresa ao ouvir que este trabalho de anos atrás estava sendo animado novamente. Ela pediu à equipe de anime que fizesse o melhor possível.

 

Fonte – https://twitter.com/mew_mew_new?s=20