Hundred

O site oficial da “série final” da adaptação de anime do mangá Fairy Tail, de Hiro Mashima, revelou um novo visual e a estreia de 7 de outubro para a série na quarta-feira. Novos episódios serão lançados na TV Tokyo, na TV Osaka, na TV Aichi, na TV Hokkaido, na TV Setouchi e na TV Q Kyuushuu aos domingos.

O site também revelou que o anime terá um evento de seleção antecipada com membros do elenco em setembro. A equipe irá revelar mais informações sobre a triagem no futuro.

A equipe principal está voltando do segundo e mais recente anime de televisão. Shinji Ishihira está dirigindo na A-1 Pictures and Bridge, Masashi Sogo está lidando com a composição da série, e Shinji Takeuchi e Toshihiko Sano estão desenhando os personagens. Shoji Hata é o designer de som e Yasuharu Takanashi está compondo a música. Com exceção do segundo estúdio de animação e dos designers de personagens, a equipe principal também é a mesma do primeiro anime.

Os membros do elenco que estão retornando incluem:

Tetsuya Kakihara como Natsu
Aya Hirano como Lucy
Rie Kugimiya como feliz
Yūichi Nakamura como cinza
Sayaka Ohara como Erza

A série de mangá Fairy Tail de Mashima segue as aventuras da mais notória guilda de mago do mundo, Fairy Tail. O mangá foi lançado em 2006 e terminou em julho do ano passado.

O mangá inspirou dois animes de televisão, dois filmes de anime, vários projetos de animes de vídeo originais e mangás de spinoff. A Kodansha Comics publica o mangá original e uma série de seus spinoffs na América do Norte.

Atsuo Ueda lançou a sequência oficial do mangá original no aplicativo de mangá Magazine Pocket da Kodansha na quarta-feira. O criador de mangás Kenshiro Sakamoto está desenhando o mangá de spinoff Fairy Tail: Happy no Daibōken (Fairy Tail: Happy Grand Adventure) que será lançado em breve. Ushio Andō está fornecendo a história e arte para o mangá de spinoff Fairy Tail City Hero, que está previsto para estrear em breve.

Via AnimeNewsNetwork

O site oficial do projeto de anime do mangá de Haikara-san ga Tooru começou a transmitir um vídeo promocional na terça-feira para Haikara-San: Here Comes Miss Modern Part 2 (Haikara-san ga Tōru Kōhen: Hana no Tōkyō Dai Roman) o segundo filme do projeto. O vídeo mostra a chegada de Benio na Manchúria em busca da falta do tenente Ijūin.

O filme será aberto no Japão no dia 19 de outubro.

Toshiaki Kidokoro está substituindo Mitsuko Kase anteriormente anunciado como diretor de Gekijōban Haikara. san ga Tōru Kōhen: Hana não Tōkyō Dai Roman.

Saori Hayami, que interpreta o protagonista Benio Hanamura, irá apresentar a nova música tema “Atarashii Ashita” (New Tomorrow). Mariya Takeuchi está novamente compondo e escrevendo as letras da música.

A história se passa em Tóquio na era Taishō (1912-1926). A história segue Benio “Haikara-san” Hanamura, que perdeu a mãe quando era muito nova e foi criada pelo seu pai, um oficial de alta patente do exército japonês. Como resultado, ela cresceu como um moleque – ao contrário das noções japonesas tradicionais de feminilidade, ela estuda kendo, bebe saquê, se veste com modas ocidentais de aparência estranha, em vez do tradicional quimono, e não está tão interessada em trabalhos domésticos quanto é na literatura. Ela também rejeita a idéia de casamentos arranjados e acredita no direito de uma mulher a uma carreira e se casar por amor.

As melhores amigas de Haikara-san são a bela Tamaki, que é muito mais feminina que Haikara-san, mas igualmente interessada nos direitos das mulheres, e Ranmaru, um jovem que foi criado para desempenhar papéis femininos no teatro kabuki e como resultado maneirismos efeminados. O noivo de Haikara-san é Shinobu Ijūin, um segundo tenente do exército.

O primeiro filme, Gekijōban Haikara-san ga Tōru Zenpen – Benio, Hana no 17-sai, estreou no Japão em novembro do ano passado. Onze Arts exibiram o primeiro filme teatralmente nos Estados Unidos e no Canadá com o título Haikara-San: Here Comes Miss Modern Part 1, que começa no dia 8 de junho.

Via AnimeNewsNetwork

O criador do mangá Ryo Hanada revelou com uma ilustração no twitter na segunda-feira que o mangá do Devil’s Line tem apenas quatro capítulos restantes. Hanada observou que a ilustração aparecerá na edição de outubro da revista mensal Morning Kodansha, que é enviada na quarta-feira. Se não houver atrasos, o mangá terminará no dia 22 de dezembro.

A Vertical Comics está publicando o mangá em inglês, e a Kodansha Advanced Media está lançando o mangá digitalmente na América do Norte. Vertical descreve a história da série:

Tsukasa, um estudante universitário, é resgatado de um ataque de um demônio, um dos muitos vampiros que podem se misturar entre a população humana. Anzai, seu salvador, é um meio-diabo que explora os seus dons sobrenaturais como membro de uma sombria força policial especializada em crimes relacionados ao diabo em Tóquio. Enquanto Anzai continua a guardar sobre Tsukasa, os dois rapidamente criam um vínculo provisório – um que Anzai teme que testará seu domínio de ferro de nunca beber sangue humano…

Hanada lançou o mangá de fantasia negra na revista Kodansha’s Monthly Morning, em 2013, e Kodansha publicou o 11º volume (visto à direita) em 23 de março.

A adaptação anime do mangá estreou no Japão em 7 de abril. A Sentai Filmworks licenciou a série para streaming e home video. O Hulu também está transmitindo o anime com legendas em inglês e o dub inglês.

O mangá vai receber um DVD de anime original (OAD) que será lançado no 12º volume do mangá, que será lançado na quinta-feira. A história do OAD seguirá o 12º e último episódio do anime.

Via AnimeNewsNetwork

A 38ª edição deste ano da revista Weekly Shonen Jump da Shueisha publicou o último capítulo do mangá Noah’s Notes de Haruto Ikezawa na segunda-feira. A Shueisha publicará o segundo volume em 4 de setembro e o terceiro volume em outubro.

A Viz Media publicou os três primeiros capítulos do mangá em inglês em março e abril como parte de sua iniciativa “Jump Start”, e descreve o mangá:

O professor Noah Minami Umberbach não é seu arqueólogo comum! Por um lado, ele está propenso a sacar sua arma e explodir coisas para fazer entradas dramáticas. Mas isso é apenas a sua natureza excêntrica e ele é um homem em uma missão. Uma missão que pode muito bem ser a missão mais importante de todos os tempos. E ele está arrastando a desafortunada estudante Kotobuki para o passeio!

Ikezawa lançou o mangá no Weekly Shonen Jump em 12 de março. Shueisha publicou o primeiro volume compilado do mangá em 4 de julho.

Ikezawa estreou com o mangá kendo Kurogane, que correu no Shonen Jump de 2011 a 2013. Ikezawa então publicou Mononofu de 2015 a 2016. Shonen Jump postou o primeiro capítulo do Kurogane em inglês no seu site, e a Viz Media fez uma prévia do Mononofu.

Via AnimeNewsNetwork

O site oficial do anime de mangá Vinland Saga de Makoto Yukimura revelou a equipe principal do anime e o primeiro visual na segunda-feira.

Shuhei Yabuta (diretor do Inuyashiki Last Hero, diretor do Attack on Titan 3D) está dirigindo o anime no estúdio Wit (Attack on TitanKabaneri of the Iron Fortress, The Ancient Magus ‘Bride). Hiroshi Seko (Banana Fish, Ajin – Demi-Human) está supervisionando os roteiros da série e os escrevendo com Kenta Ihara (Saga de Tanya, o Mal). Takahiko Abiru (diretor de animação Hunter × Hunter) está projetando os personagens. O Bamboo é responsável pela arte e o MADBOX é responsável pelos efeitos especiais.

O slogan que acompanha o visual diz: “Lance sua espada de lado”. O visual mostra o personagem principal Thorfinn em um navio Viking em uma violenta tempestade de neve.

A Kodansha Comics lançou o 10º volume omnibus do mangá, que inclui os volumes 19 e 20, em 5 de junho. A empresa descreve a história:

Thorfinn é filho de um dos maiores guerreiros dos vikings, mas quando seu pai é morto em batalha pelo líder mercenário Askeladd, ele jura ter sua vingança. Thorfinn se junta a banda de Askeladd para desafiá-lo para um duelo, e acaba preso no meio de uma guerra pela coroa da Inglaterra. Do criador do clássico mangá Planetes vem este conto épico, altamente antecipado.

Yukimura lançou a série na revista Weekly Shonen da Kodansha em 2005, mas Kodansha mudou a série para Afternoon no final daquele ano. A série tem mais de 5 milhões de cópias impressas. O mangá recebeu o prêmio de Melhor Manga Geral no 36º Prêmio Anual de Mangá da Kodansha em 2012. A série ganhou o Grande Prêmio na divisão de mangá no 13º Prêmio Japan Media Arts Festival do Ministério de Assuntos Culturais em 2009.

O anime vai ao ar na televisão e transmitido exclusivamente no Amazon Prime no Japão e no exterior no próximo ano.

A Kodansha Comics começou a publicar a série na América do Norte em 2013. A Kodansha Comics havia relatado em 2015 que poderia impedir seu lançamento em inglês do mangá após o sétimo volume omnibus. A editora explicou na época que espera “poder licenciar o próximo arco, mas está no ar no momento”. A empresa então disse à ANN em 2016: “não estamos adicionando mais volumes após o Book Eight à nossa programação neste momento”.

Via AnimeNewsNetwork