Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo!

Foi anunciado uma adaptação anime do eroge, criado pela Lose, para 2020.

História  –

As locomotivas costumavam ser o método de transporte mais popular. Todas as locomotivas têm uma unidade de controle humanóide chamada Ferrovia, que é um método muito eficaz de usar comboios. Após o surgimento de “aeronaves”, um bom método de transporte aéreo, no entanto, o seu uso e popularidade diminuem rapidamente.
Depois de ouvir que uma fábrica industrial será possivelmente construída ao longo de um rio histórico nasua cidade natal Ohitoyo, Migita Sotetsu volta para casa para mudar a opinião dos responsáveis pela proposta da fábrica. Apesar de metade dos cidadãos da cidade apoiar a construção de tal fábrica, a outra metade teme o potencial de poluição e contaminação do seu amado rio. Reconhecendo o declínio orçamental de Ohitoyo nas últimas décadas,Sotetsu acredita que a cidade necessita de um sistema que lhe permita ser fiscal mente independente em vez de depender de uma fábrica para estimular a sua economia, e propõe-se a identificar um método alternativo para atingir este objectivo. Ao voltar à vila ele encontra e acorda uma locomotiva chamada Hachiroku e, assim, começou uma parceria que fará com que sua vida dê uma volta “interessante.”

REVIEW
Se existe algo para destacar de bom nesta visual novel é a arte.. A partir dos primeiros 10~20 minutos,é cativante como as personagens se mexem graças ao E-Mote (como em Nekopara).
A música também é bastante boa de uma forma atmosférica, mas pouco memorável.

E é mais ou menos isso. Isto pode ser incrível ou aborrecido dependendo do que tirares da história. Se quiseres uma história cativante enquanto aprendes algo sobre comboios e locomotivas, então esquece não vais aprender nada, isto é nonsense, acerta nalguns bons mas de resto é praticamente 90% inventado, acaba por não ser bem feito, a unica parte que se mantêm é o cativante. Mas se realmente querem uma história moe com slice of life, então força.

Fora de gostar ou não do gênero, a história por vezess desenrola-se a umritmo estranho e acaba sendo anticlimático. Às vezes começa a ficar boa e depois a cena acaba num cliffhanger…e avançamos 3 meses na história.

 

CONTEÚDO NSFW.
A pornografia honestamente parece que foi escrita por outra pessoa e o protagonista parece diferente. Se eles reduziram a pornografia em 1/3 e colocaram esse tempo em algumas cenas extras por rota, acho que eu teria gostado mais.
Recomendo jogarem/lerem a versão All-Ages … o eroge contém demasiadas cenas H em personagens que parecem literalmente crianças ((como se pode ver na preview)….sem o conteudo erotico ficam sem 5% do conteúdo total …..em suma não contribui em nada para a história.

A arte é boa mas em termos de história é fraco.

 

 

Ai Monogatari: 9 Love Stories Um OVA baseado no trabalho de Kawaguchi Kaiji que consiste em nove histórias independentes, cada uma animada por um diretor diferente. Com música dos Beatles.

Isekai’d até à era dos Dinossauros 

Numa visita de estudo, quinze crianças de várias idades são misteriosamente transportadas para outro mundo onde os dinossauros ainda vagueiam. Ao tentarem voltar para casa, encontram dinossauros falantes, revolucionários, piratas, uma princesa e cientistas primitivos. Esses aliados improváveis ajudam-nos a escapar de soldados, bandidos, dinossauros viciosos e sacerdotes fanáticos. A agressão entre os dois rapazes mais velhos leva a uma divisão de fileiras, e a uma dupla trama sorrateira. É improvável que os romances floresçam nesta atmosfera tensa, e o grupo aprende que cada um tem pontos fortes que podem ajudá-los a voltar para casa, se eles trabalharem juntos.

Perdidamente baseado no livro Deux ans De Vacances, de Jules Verne, de 1888.

Deixem-me levar-vos a um lugar, Osaka Japão, para uma convenção , numa sala.
Estamos em Agosto de 1983
Essa época é Agosto de 1983, juntamente com outras 2.000 pessoas consideradas otakus otaku se esse termo existisse nesta altura.
Mas ainda não…
O termo vai entrar em uso nos anos seguintes, por agora esta amálgama de fãs são considerados como fãs de Tokusatsu.
Ficção científica e anime estão reunidos aguardando a exibição do filme de abertura para a 22ª edição anual do Nihon Tai Chi onde em Osaka esta ser realizado o Daikon

Há apenas dois anos, o 20º tai Chi foi realizado na mesma cidade onde se realizou um encontro semelhante para um filme de abertura semelhante?
foi uma pequena e encantadora curta que contou a história de uma encantadora garota encarregada de entregar um copo de água para salvar um Daikon Raddish em dificuldades de sobrevivência, ela terá de lutar contra várias referências da cultura nerd.
até finalmente completar a sua tarefa e tomar o seu lugar como capitã do navio em que o rabanete se transformou.
Tinham circulado rumores de que a mesma equipa amadora que reuniu o filme estava de volta para esta convenção.com um projecto ainda maior e mais ambicioso.
As luzes escurecem, o projector começa a funcionar e você vê que a mesma rapariga faz a sua aparência, as vozes animadas daqueles que assistiram ao primeiro filme há dois anos atrás começam a se perguntar como o novo projecto parece bom.

Na qualidade de produção o pequeno grupo de criativos fez maravilhas tendo em conta a época.
Os eventos e destaques desse filme são resumidos em um período econômico de 1 minuto e depois um belo espectaculo. o Theremin leva a nossa heroína para dentro do Daikon. O que parece melhor do que nunca e explode no céu nocturno que incrível?
Isto é Nostalgia Trip para todos eles, .

A antecipação de que o vazio negro começa a se preencher com pontos de estrela de luz está passando por nós enquanto viajamos pelo espaço
Em breve, estamos a atravessar o tempo também com aquela rapariga.
nos apaixonamos por flashes diante dos nossos olhos como os espectadores desse mesmo evento naquele ano.

O que agora testemunhámos é a nossa menina crescida, toda impossivelmente bonita.
E a letra que entra é um reflexo imaculado da nossa mentalidade colectiva, sob a forma de uma das maiores músicas de sempre. – Música – “Twilight” (1981) por English rock band Electric Light Orchestra.
A composição da história juntamente com a música criam uma história deslumbramento e tudo é contado atráves da prespectiva do menino que a nossa garota conheceu antes.

A produção, capta a mais intensa sensação dos espectadores através da arte que criaram.
Vemos calças de ganga, a garota salta parauma espada que usa para surfar e passar por várias referencias do mundo geek.
A beleza indescritível irrompe nos nossos corações, toda essa emoção retorna mais violentamente do que nunca quando a natureza volta a corromper pelo asfalto do mundo anteriormente destruído.

É realmente impossível para mim discutir este filme sem
tentando de uma forma pouco desajeitada transmitir os sentimentos crus e emoções que este short provoca dentro de mim.

Como eu adorava ter precensiado este momento com todos aqueles pré-otakus.

Daikon serviu de génese ao Studio Gainax.
Em muitos aspectos, incorporaria os ideais que viriam a fazer parte dos seus trabalhos futuros
Estas 3 animações foram feitas por um pequeno de 12 pessoas como trabalho universtário, eles trabalharam num ambiente fechado sem ar condicionado, horas a fio, até durante a noite, eles chamaram a esta situação de sweatshop (loja do suor)
Criando o que eles chamaram de uma sweatshop literal fechando o edifício e aqueles que trabalham dentro dele às 21 horas.

O espírito Otaku é a razão pela qual as séries Gainax e agora Trigger tendem a ser tidas em tão alta consideração.

O Studio Gainax é único na paisagem dos estúdios de produção de anime com uma história que, a meu ver capta o espírito  Otaku.
Quase todos os estúdios são um dos poucos meh.

Estes 12 fãs de anime e sci–fic conseguiram criar um estúdio, e animes revolucionáario como NGE ou marcantes como TTGL, e tudo começou com Daicon.

Sem dúvida que Daicon IV é o melhor de todos da coleção,
O fato vermelho de coelhinha iria mais tarde ser usado noutros animes da Gainax como easter egg.

Exemplo – FLCL
TTGL

Fukura suzume” é um nó obi formal, normalmente visto como um furisódio de adorno (ilustração de Kimono Bancho).

O seu nome (pardal inchado) refere-se ao aspecto dos pardais durante o Inverno, todos redondos e fofos por causa do frio.

//

Men style mix – de fato ao quimono

1-Fato westerncompleto

2-Shosei style, ou seja, hakama+kimono usado com camisa ocidental (antes da WWII, os shosei eram estudantes executando tarefas em troca de quarto e comida)

3-Wayo (mistura entre a moda japonesa e ocidental), falta de calças hakama e haori com laços himo formais

4-Quimono completo

Estes 4 estilos foram usados pelos habitantes das cidades japonesas durante os períodos Meiji/Taisho/Showa, após a abertura do Japão ao Ocidente.