Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo!

Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu – Memory Snow é um filme do anime Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu que foi lançado a 6 de outubro de 2018 pelo estúdio White Fox. Tem como género Psicológico, Drama, Thriller e Fantasia sendo classificado para idade igual ou superior a 13 anos.

[leia mais]

Space Runaway Ideon (também conhecido como, Densetsu Kyojin Ideon, ou simplesmente The Ideon) é um anime mecha de 1980.
Foi o projeto em que Yoshiyuki Tomino trabalhou directamente depois de Mobile Suit Gundam.  – Como Ideon inspirou NGE (ler a parte TRIVIA)

História
Um grupo de colonos terrestres num planeta remoto encontra uma Nave Fixe e três robustas naves que se combinam num Super Robô. A nave e o robô contêm a chamada Ide, uma fonte de energia infinita, que uma civilização militarista extraterrestre-mas-actualmente-humana do Clã Buff está atrás. Isto resulta numa Estratégia da Semana bastante monótona, uma vez que o Clã Buff (sem sucesso) emprega tecnologias cada vez mais devastadoras e comandantes militares de renome para derrubar a nave Solo e deitar as mãos ao Ideon. Ao longo do caminho, muitas pessoas morrem e a nave Solo estraga as suas relações com outras colónias Terrestres e com a própria Terra, todos eles agora querem Ideon para si próprios. No final da série, todos os exércitos conhecidos no universo se enfrentam com a tripulação da nave Solo. Também se torna evidente que a Ideon tem vontade própria e que está descontente com as guerras e lutas internas dos humanos. O suficiente para exterminar todos os seres vivos no universo. O anime é interrompido com um cliff-hanger mas o final da história é apresentada em filme.
No filme, Buff Clan encena o ataque final à nave Solo e Ideon, desta vez com uma Wave Motion Gun capaz de destruir um planeta, Ideon explode e destrói o que resta do exército do Buff Clan – mas antes disso, gera um enxame de meteoros que extermina toda a vida na Terra e o planeta natal do Buff Clan (a destruição de outras colónias Terrestres está fortemente implícita). No final do filme os espíritos das personagens renascem num plano superior de existência e vagueiam pelo espaço em busca de um novo planeta a que possam chamar lar.

A série apresenta episódios formulaicos. Estes geralmente seguem o padrão do Buff Clan (mais tarde, Terra, também) apresentando sua mais nova estratégia/tecnologiade forma a  capturar o Ideon mas fracassando sempre no fim.

TRIVIA

A série traz dicas frequentes da série anterior de Yoshiyuki Tomino, Mobile Suit Gundam(1979):no primeiro episódio, um especialista em eletrônica adolescente (Cosmo Yuki) sobe a bordo de um poderoso robô quando sua colônia natal é atacada por agressores;
no segundo episódio, um robô Haro é visto numa explosão;
no sexto episódio, Amuro Ray é visto entre a tripulação do Solo;
no sétimo episódio, Karala fala da Nebulosa “Gundam”;
e no 18º episódio, um poster de Char Aznable pode ser visto num edifício destruído.

Em alguns aspectos, “Ideon” é considerado um anime inovador. Foi um dos primeiros mangas de ficção científica a mostrar uma história mais sombria, inspirando mangas como Akira (1988), Neon Genesis Evangelion (1995) e o próprio Kidô senshi Z Gundam (1985) de Yoshiyuki Tomino.
Hideaki Anno, o criador do Neon Genesis Evangelion (1995) creditou este programa como uma de suas maiores influências. Ambos guardam histórias paralelas (as provações/tribulações de um esquadrão lutando uma guerra aparentemente interminável, com todos morrendo num final apocalíptico), e ambos terminaram da mesma forma: com dois filmes teatrais, o primeiro um recapitulação feita de clipes da série de TV, e o segundo um conto apocalíptico (até uma conclusão de renascimento esperançoso).
Isto é interessante não?

 

 

Filme será lançado no Japão em 21 de Fevereiro

A Fathom Events e a Toei Animation anunciaram no Twitter nesta quarta-feira que o filme anime Digimon Adventure: Last Evolution Kizuna irá para as telonas em determinados cinemas dos Estados Unidos em 25 de Março. O filme sairá nas telas em japonês com legenda em inglês. Os ingressos serão vendidos a partir do dia 7 de fevereiro. [leia mais]

Explicando Godzilla (o ser)


Vamos primeiro voltar 9 anos atrás antes do lançamento do filme, a segunda guerra mundial estava quase no fim, Alemanha tinha-se rendido mas o Japão insistia em continuar a luta dai os EUA lançarem um aviso ao Japão, se eles continuarem iram sofrer as consequenciais “prompt and utter destruction”,isto significava o lançamento de Little Boy a bomba atómica lançada a 6 de Agosto de 1945 em Hiroshima , três dias depois em Nagazaki é lançado “Fat Man” a segunda bomba atómica produzida pelos EUA, ambas com efeitos devastadores.
De volta a 1954 Toho Production cria o que se pensava ser um típico filme de monstros chamado de Gojira (Gorila+Baleia) um ser de força imparável capaz de causar uma enorme destruição e imune às armas modernas.
Irei aprofundar mais nos comentários mas caso não tenham entendido Godzilla representa a destruição e medo causado pelas bombas atómicas lançadas sobre o Japão.

FUN” FACT 1: 
Um cargueiro japonês é destruído por uma força invisível que faz a água brilhar e o mar ferver, custando dezenas de vidas. A idéia para esta tragédia foi inspirada no destino que Daigo Fukuryu Maru (Lucky Dragon No. 5) sofreu, um barco de pesca japonês que viajou para as águas perto de Atol de Bikini nas Ilhas Marshall durante o teste de uma bomba de hidrogénio criada pelos Estados Unidos. Os membros da tripulação do barco de pesca ficaram contaminados por cinzas radioactivas irradiadas, resultantes do teste.
Godzilla representou mais do que apenas “a” morte radioactiva. A sua raiva é irrefreável, sua respiração flamejante transforma Tóquio em uma cidade fantasma lembrando o destino que a cidade sofrera na década anterior nas mãos dos bombardeiros americanos. Como o crítico japonês Tadao Sato observa em um documentário anexado ao lançamento da coleção “Godzilla” da Criterion, o filme ressoou para uma audiência que só começou a aprender o que realmente aconteceu em Hiroshima e Nagasaki após o fim da censura imposta como parte do ocupação pós-guerra dos EUA do Japão.

O rugido de Godzilla foi criado pelo compositor do filme Akira Ifukube com uma luva de aço e um contrabaixo (basicamente o Sr I Fakku arranhava as cordas do instrumento com a luva) foi também este Sr que criou The Godzilla Theme que ao longo de 65 anos passa durante os créditos finais.

EXPLICANDO GODZiLLA PARTE 2

Segundo a lenda (de uma aldeia de pescadores) existe um monstro marinho de proporções gigantescas que afunda barcos chamado de Godzilla (ver FUN FACT nº1). Durante os seguintes dias, vários pedaços de barcos destruídos tem dado à costa há quem pense ser culpa da tempestade que tem assolado o país mas o governo envia cientistas ao local para investigarem.
No local descobrem que a ilha tem altos níveis de radioactividade incluindo seres que se pensavam extintos à milhares de anos. .
Eis que é dado o sinal de alarme pela ilha toda e então que temos o primeiro avistamento do monstro.
Os cientistas chegam à conclusão que o monstro é um ser pre-historio aquático que fo perturbado pelos testes fetos pelos USA (ver fun fact nº1) e como resultado ficou contaminado com radiação.

“Fun Fact nº3″
Tóquio está em ruínas. As armas mais poderosas dos humanos são inúteis. O monstro recuou para as profundezas, mas ninguém sabe ao certo se ou quando voltará a subir.
O governo e populares concordam que Godzilla tem de ser destruído menos o Dr Ayamana que acha preferível deixar o monstro vivo para ser objecto de estudo, é então que o cientista recluso Dr. Serizawa entra em cena, ele tem uma arma que pode matar Godzilla, um dispositivo tecnológico que,colocado na água, suga todo o oxigénio capaz de matar tudo no seu raio.. Ele manteve essa arma em segredo até ao desaparecimento de Godzlla porque “se o destruidor de oxigénio for usado uma única vez, políticos de todo o mundo o verão. Claro, eles vão querer usá-lo como arma. Bombas contra bombas, mísseis contra mísseis e agora uma nova super arma para atacar todos nós! Como cientista – não, como ser humano – não posso permitir que isso aconteça!”
Dai este cientista preferir que o monstro destrua tudo e todos com o seu raio lazer, para ele “morrer uma morte graças aos efeitos da radiação é mais gratificante do que a morte rápida da sua arma”

Fun Fact 4: Normalmente quando Godzilla invade uma cidade o foco da principal é sempre no monstro a destruir a cidade, neste o foco principal é nas pessoas e o sofrimento pelo qual estão a passar.
Exemplos: Uma mãe refugia-se do ataque com os filhos e abraçando-os comenta que em breve irão se juntar ao pai/marido no céu. Temos vários shots de pessoas acamadas a sofrer com a radiação (algumas já mortes) a cena mais marcante é uma menina de 7 anos a chorar sobre o cadáver da sua mãe (que morreu de radiação devido ao raio lazer do monstro)

 

Serizawa após ter presenciado a destruição causada por Godzilla permite que a sua arma seja utilizada para o destruir mas antes de a entregar ao exercito destrói todos os apontamentos criados que explicam como fabricar a arma
Um navio do exercito detecta Godzilla a descansar no fundo do mar, Serizawa agarra no dispositivo e salta para o mar, activando o dispositivo matando Godzilla e se sacrificando, mas salvando a humanidade … usando uma arma tecnológica mais poderosa que as bombas atómicas que despertaram o monstro de seu sono pré-histórico em primeiro llugar.

Embora o monstro tenha sido derrotado o filme termina de uma forma calma, não há euforia por parte da multidão, apenas momentos de silencio e respeito.. o filme termina com o aviso do Dr Hayaname que se testes como estes continuarem outro Godzilla podera aparecer.

Sato sugere que o filme é sobre um gigante adormecido, estimulado pela raiva após um ataque inesperado à sua casa, destruindo tudo em seu caminho. na esperança de simplesmente ficar sozinho e em paz.

 

 

 

 

Fundador da Ghibli dirige 1 minuto de animação por mês de Kimitachi wa Dou Ikiru ka.
O produtor Toshio Suzuki da Studio Ghibli informou que o próximo longa metragem de Hayao Miyazaki, Kimitachi wa Dou Ikiru ka (Como Vocês Vivem?), estará a cerca de 15% concluído até o final de outubro, após três anos e meio de produção. Suzuki falou com o ator Takeru Satoh (personagem principal dos filmes de Rurouni Kenshin) durante a visita de seu estúdio para entrevistar Miyazaki. A entrevista de Satoh foi ao ar na NHK G na terça-feira durante o documentário especial: Tokyou Miracle Dai-3-Shuu: Saikyou Shouhin Anime (3° Milagre de Tóquio: Anime, A Mercadoria Mais Poderosa). [leia mais]