RetroAnime – Dragoon – 997

Sinopse
No grande Império Garubado, uma arma letal está em processo de fabricação, mas é roubada e subsequentemente perdida na batalha. Agora o Império procura por esta arma: uma mulher que pode chamar o poder de “Dragoon”. Ela tem amnésia e é encontrada por um espadachim em treino que promete ajudá-la a descobrir quem ela é e por que ela tem um poder tão estranho.

Dragoon é um OVA de fantasia de três episódios do final dos anos 90. Não consegui encontrar muita informação sobre ele. Vou ser honesta, a única razão pela qual ele me chamou a atenção foi porque vi o título e pensei no clássico playstation, Legend of the Dragoon, embora os dois trabalhos não estejam relacionados nem um pouco. Isso é baseado em um jogo diferente que eu nunca joguei. Ainda assim, a arte chamou-me a atenção. Então, vamos tentar pensei eu.

História:

O episódio começa num campo de batalha onde uma mulher nua emerge de uma máquina em forma de dragão que tem mais do que uma ligeira semelhança com o Dragon Tank de Chrono Trigger. Não me perguntem por que ela está ali ou o facto de estar completamente vulnerável e nua. Enfim, essa breve introdução termina e passamos para um momento diferente em que a mesma mulher está sendo transportada para algum lugar. Ela foge depois de ser ameaçada de violação e é encontrada nua na neve por Sedi, o nosso protagonista. Ele a leva para um lugar seguro e quente, mas não se incomoda em encontrar roupas para ela, e pergunta por que os soldados estão atrás dela. Ela não consegue se lembrar por causa daquele velho clichê de RPG, amnésia.

O maior problema com a escrita disto é que é incrivelmente genérico. Todos os pontos principais da história: o Império invasor, personagem amnésia com um poder misterioso, o filho de um herói em uma jornada para se tornar igual ao seu pai o personagem em busca de vingança pelo seu lar destruído, o ministro do mal que detém poder sobre a monarquia. uma monarquia … Estes são elementos comuns não apenas dos RPGs, mas também a histórias de fantasia em geral. E todos eles estiveram em obras em que a execução foi muito superior a isso. Este simplesmente não faz nada de novo ou interessante com eles. Em vez disso, reduz-os ao mais básico dos básico. Não ajuda que o OVA também tenha muitos momentos que são meio estúpidos.

Personagens:

Por mais surpreendente que possa parecer para um OVA com uma escrita sem graça, os personagens são completamente banais. Temos o herói, a mulher misteriosa que servirá de interesse amoroso, o típico cliché.
O que eles fazem com as personagens é o seguinte. Myuu a personagem com amnésia passa longos períodos dos OVAS nua, outra personagem, Lilith tira as roupas em um ponto sem razão nenhuma. Temos até estátuas de mulheres em topless. É como se tivessem medo de que, se não mostrassem mamas a cada cinco minutos, a audiencia caísse no sono. O que retirei da personalidade destas personagens’ que são exibicionistas

Arte:

A obra de arte parece mais ter sido feita no início dos anos 90 do que no final dos anos 90.

Som:

Este é um elemento pelo qual posso dar algum crédito ao OVA. Eles conseguiram alguns bons atores. Os protagonistas são dobrados por Ishida Akira e Kouda Mariko, também temos Koyasu Takehito, Imai Yuka e Ootsuka Akio. A música é a apresentação POR Imai Yuka.

Conclusao

Dragoon é um OVA, baseado em um jogo, que não tem um mente a história original. Em vez disso, ele tenta compensar a falta de conteúdo interessante e personagens sem graça, lançando um monte de fanservice sem nexo. A história acaba de forma por concluir. O que, em última análise, torna uma experiência de visualização abaixo da média.

A classificação final é 4/10.

 
\o/ AQUI! senpai...
por favor adicione em sua Whitelist(lista branca) nosso endereço para
permitir a exibição de anúncios!
Arigato!
\o/ AQUI! senpai...
por favor adicione em sua Whitelist (lista branca) nosso
endereço para
permitir a exibição
de anúncios!

Arigato!