Este filme permanece muito fiel ao original até os menores detalhes, exceto pelo rato-canguru que subitamente aparece vinte minutos depois do filme e segue Aladdin ao redor, sem nenhum propósito na história, mas cumprindo o papel de mascote animal simbólico. O roteirista não precisa de introdução; Akira Miyazaki, sozinho, escreveu cinco das séries clássicas da WMT, incluindo Perrine e Rascal, e participou de duas outras. O único outro nome entre o pessoal que toca um sino, no entanto, é Yukihide Takekaw... leia mais