Hundred

O Que São As Pagodas

Venho mostrar a todos algo que chama a atenção de todos, quando alguém vê, quase certeza que aparece uma imensa curiosidade, pois a arquitetura do Japão é muito rica e com muitos detalhes.

Mas o que venho a falar é sobre as pagodas, literalmente falando, para nós ela é uma torre, edifício multi-nível, que é comum em vários países asiáticos. A grande maioria das pagodas foram construídas para fins religiosos, tanto é que a maioria delas são encontradas dentro de templos budista, isso quando não estavam próximas a algum templo budista.

Seigantoji (Wakayama)


As pagodas modernas são uma evolução das stupa indiana, construção que era feita em forma de túmulo onde era mantida várias relíquias sagradas. Graças a essa evolução, a arquitetura usada nas stupas, foram espalhadas por toda a Ásia, assumindo várias formas e detalhes diferentes de acordo com a necessidade e o local onde foram construídas.

Seigantoji (Wakayama)


Devido sua altura, as pagodas atraem vários relâmpagos, o que reforçava o fato que esses locais eram conhecidos como locais espiritualmente carregados. Muitas dessas pagodas tem em seu telhado chamado de final, que tem a função de para raio. Mas também além dessa função física, o final tem um significado simbólico para o budismo (símbolo esse que representa mani ou também o quinto elemento) que as vezes é decorado com projetos de flor de lótus.

Na cultura ocidental, a palavra pagoda aparece na França em 1545, como pagode, o que significava “templo das religiões orientais”. O termo, por sua vez, derivou de uma palavra em português de 1516, de origem desconhecida. Uma possível raiz é o pagódio dravídico ou pagavadi , um nome da deusa Kali derivado do sânscrito bhagavati e o Butkada persa (“templo”).

 

( Autor:Zero; Fonte: Wikipedia; Imagens: exploringtourism )