A história segue Benio "Haikara-san" Hanamura, que perdeu a mãe quando era muito nova e foi criada por seu pai, um oficial de alta patente do exército japonês. Como resultado, ela cresceu em um moleque. Ao contrário das noções japonesas tradicionais de feminilidade, ela estuda kendo, bebe saquê, veste-se com modas ocidentais de aparência estranha, em vez do tradicional quimono, e não está tão interessada no trabalho doméstico quanto na literatura. Ela também rejeita a idéia de casamentos ar... leia mais